Desde o dia 20 de maio, entraram em vigor novas medidas anunciadas pela França em relação à permissão de ingresso no país. A partir de agora, os seguintes estrangeiros têm autorização para entrar em território nacional:

  • Cidadãos provenientes da França, União Européia, Andorra, Reino Unido, Islândia, Liechtenstein, Mônaco, Noruega, Suíça, São Marino e Vaticano, assim como seus cônjuges e filhos detentores da mesma nacionalidade.
  • Cidadãos de países em desenvolvimento que possuam residência em algum dos países citados acima, e estejam em posse de uma declaração de trabalho anterior ou um contrato de trabalho assinado por uma empresa localizada na França.
  • Trabalhadores europeus que necessitem terminar um projeto e possuam um acordo de serviço especificando a duração do trabalho.
  • Trabalhadores agrícolas sazonais.
  • Cidadãos estrangeiros, bem como seus cônjuges e filhos, detentores de uma autorização de residência francesa ou europeia válida e que estejam retornando à sua residência principal.

Além disso, todos os cidadãos estrangeiros que desejem entrar na França precisam levar um certificado de viagem juntamente com o restante da documentação necessária (como comprovante de residência, certificado de trabalho, etc.).

Outra medida anunciada é que, a partir de 25 de maio, viajantes de países fora da Europa serão submetidos a 14 dias de quarentena.

Até o presente momento, a França registrou 183.038 casos de contaminação, 28.599 mortes e 66.702 pessoas recuperadas.

Smart decisions. Lasting value.

© 2019 Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda.
Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. is a member of Crowe Global, a Swiss verein. Each member firm of Crowe Global is a separate and independent legal entity. Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. and its affiliates are not responsible or liable for any acts or omissions of Crowe Global or any other member of Crowe Global.

Mostrar Aviso