O ministro de Turismo argentino, Matías Lammens, anunciou no último sábado (24) que a Argentina irá permitir a entrada por via aérea de turistas de países com os quais faz fronteira a partir do dia 2 de novembro. Viajantes do Brasil, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Chile poderão ingressar no país apenas pelo aeroporto de Ezeiza, em Buenos Aires. As fronteiras terrestres permanecerão fechadas até segunda ordem.

Para entrar na argentina, os turistas precisarão apresentar um convênio médico para a viagem e um teste PCR negativo. Ademais, o governo também considera pedir um novo teste em solo argentino para evitar a necessidade de quarentena.
O intuito da reabertura das fronteiras é fomentar o setor de turismo local. Porém, ainda não há previsão para a liberação de entrada de viajantes europeus ou de outras nacionalidades.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, a Argentina registrou mais de 1 milhão de casos de contaminação pelo novo coronavírus, 28.896 mortes e 894.819 pessoas recuperadas.

 

Smart decisions. Lasting value.

© 2019 Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda.
Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. is a member of Crowe Global, a Swiss verein. Each member firm of Crowe Global is a separate and independent legal entity. Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. and its affiliates are not responsible or liable for any acts or omissions of Crowe Global or any other member of Crowe Global.

Mostrar Aviso