A Suíça anuncia reabertura de fronteiras para países membros do Tratado de Schengen, União Europeia e EFTA, juntamente com o Reino Unido.

Os seguintes países permanecerão sendo considerados de alto risco: Bulgária, Croácia, Chipre, Irlanda, Romênia e Reino Unido. Ademais, as restrições de entrada continuarão em vigor para cidadãos de países em desenvolvimento que desejem ingressar na Suíça a partir dessas nações.

Viajantes naturais de países em desenvolvimento continuam sem permissão para entrar na Suíça para tirar férias ou para ficar até 90 dias no país, o que normalmente não exige autorização prévia. Somente serão autorizados casos considerados de urgência, os quais não incluem cursos, tratamentos médicos e reuniões de negócios dispensáveis.

Além disso, o Conselho Federal anunciou que, a partir de 6 de julho, encerrará todas as restrições relacionadas ao COVID-19 para o ingresso de trabalhadores de países não pertencentes à EU e à EFTA.

Até o momento, a Suíça registrou 31.486 casos de contaminação, 1.962 mortes e 29.000 pessoas recuperadas.

 

Smart decisions. Lasting value.

© 2019 Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda.
Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. is a member of Crowe Global, a Swiss verein. Each member firm of Crowe Global is a separate and independent legal entity. Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. and its affiliates are not responsible or liable for any acts or omissions of Crowe Global or any other member of Crowe Global.