O chefe de Relações Exteriores da União Europeia, Josep Borrell, anunciou hoje (10) que a Comissão Europeia irá propor a reabertura gradual e parcial das fronteiras externas aos países pertencentes ao bloco a partir de 1° de julho. O fechamento das fronteiras da UE foi decretado em março de 2020 com o objetivo de conter a disseminação do novo coronavírus.

Segundo a proposta, nem todos os países terão permissão para realizar viagens consideradas não essenciais a países da União Europeia, mas somente um certo número deles com base em uma série de critérios acordados entre os membros do bloco. Isso significa que cidadãos de nações com altos números de casos confirmados de COVID-19 continuarão proibidos de ingressar nesses países.

Além disso, alguns membros da UE começaram a flexibilizar o controle de entrada de cidadãos em ritmos diferentes, de acordo com o grau de contaminação de suas populações. Borrell acredita que a livre circulação de pessoas do bloco estará restabelecida até o final de junho.

Smart decisions. Lasting value.

© 2019 Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda.
Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. is a member of Crowe Global, a Swiss verein. Each member firm of Crowe Global is a separate and independent legal entity. Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. and its affiliates are not responsible or liable for any acts or omissions of Crowe Global or any other member of Crowe Global.