O governo da Eslovênia anunciou o fim do COVID19 em território nacional e a reabertura de suas fronteiras na última quinta-feira (14). O país é o primeiro da União Europeia a declarar o fim do surto do coronavírus. No entanto, medidas preventivas continuarão em vigor para evitar uma nova onda da pandemia.

Segundo o primeiro-ministro esloveno Janez Jansa, a decisão se justifica pelo sucesso do país no controle da disseminação do vírus. De acordo com as novas regras, cidadãos europeus terão permissão para circular normalmente entre suas fronteiras, mas outros estrangeiros deverão ficar em quarentena por ao menos 7 dias ao chegarem na Eslovênia.

Com apenas dois milhões de habitantes, o ápice do surto de coronavírus no país registrou 103 mortes e 1.500 casos de contaminação, números considerados pouco alarmantes em comparação ao restante do mundo. Nas duas últimas semanas, apenas 7 casos de contaminação por dia foram contabilizados.

Entre as regras preventivas que continuarão em vigor estão a proibição de reuniões públicas, o uso de máscaras e o distanciamento social em locais públicos. Os centros comerciais e hotéis com até 30 quartos poderão reabrir em todo o país.

Smart decisions. Lasting value.

© 2019 Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda.
Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. is a member of Crowe Global, a Swiss verein. Each member firm of Crowe Global is a separate and independent legal entity. Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. and its affiliates are not responsible or liable for any acts or omissions of Crowe Global or any other member of Crowe Global.

Mostrar Aviso