O que são pagamentos instantâneos e PIX?
Pagamentos instantâneos são as transferências monetárias eletrônicas em que a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorrem em tempo real e cujo serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários, o que propicia custos de transação menores.
PIX é a marca, criada pelo Banco Central, para os Pagamentos Instantâneos. O novo meio de pagamentos está pautado nas seguintes características principais: disponibilidade, velocidade, segurança, ambiente aberto, multiplicidade de casos de uso e fluxo de dados com informações agregadas.

Cadastro e chave PIX

Fonte: Banco Itaú

Pagamento por QR Code
• Talvez você já tenha entrado em uma farmácia ou restaurante e visto uma plaquinha para pagamento via QR Code. Essa modalidade está em alta no mundo todo. No Brasil, empresas como Mercado Pago e PicPay já trabalham com ela. É uma tendência que o Banco Central quer abraçar.
• O PIX vai suportar QR Code de dois tipos:
• QR Code dinâmico: o código é exclusivo para cada transação e, além do valor, pode incluir outras informações, como a identificação do recebedor para coibir desvios de dinheiro;
• QR Code estático: aqui, um único código vale para múltiplas transações e pode trabalhar com valor fixo ou especificado pelo pagador. Trata-se de um código que pode ser usado por um lojista ou prestador de serviços, por exemplo.

Detalhes técnicos ainda precisam ser definidos, mas o Banco Central sinaliza que o PIX estreará já com suporte ao QR Code. Não totalmente, porém: pagamentos funcionarão, mas a função de transferência que permitirá que o usuário receba um valor lendo o código gerado pelo pagador ficará para uma fase posterior — provavelmente, para 2021. Também para 2021 deverá ficar o suporte a pagamentos por aproximação (como NFC e MST).

Fonte: Banco Itaú

O que mudará?
Estruturas ofertadas pelo PIX
1- Conexão de métodos tradicionais de pagamentos (TED/DOC) com o sistema Pix, sem que o cliente precise alterar toda sua estrutura sistêmica e seus arquivos de reconciliação;
2- Conversão de métodos de pagamentos tradicionais para operações Pix internamente, sem que o cliente precise alterar sua estrutura sistêmica, mas que possa receber as informações como Pix dentro de sua empresa;
3- Conexão de diversos tipos de cobrança dentro do ambiente Pix, como boleto com QR Code, contas de concessionaria com QR Code e a transação Pix tradicional;
4- Estrutura de cash concentration (MBTBA) automática, online e real-time, permitindo maior visibilidade e previsibilidade de caixa para os clientes até o último horário do dia;
5- FCA: cliente pode administrar o caixa e tomar decisões de investimento mais tarde, até o final do dia, e não com horário de corte específico, como acontece hoje em sua tesouraria. Isso facilitará a rotina de fechamento de caixa do cliente. Para finais de semana, o produto seguirá o funcionamento atual, sem movimentações numa primeira fase;
6- Target Balance (ZBA) no último horário do dia, incluindo as transações Pix no zeramento de contas;
7- Consulta de saldo 24×7;
8- Acesso ao arranjo Pagamentos Instantâneos e gestão de caixa para participantes indiretos do Pix.

Quando e quanto?
Se o cronograma for seguido à risca, frases como “me paga por PIX” ou “faz um PIX aí” se tornarão rotineiras a partir de 16 de novembro de 2020. Essa é a data prevista para a estreia do sistema de pagamentos instantâneos.
Alguns detalhes ainda não são conhecidos, como as tarifas envolvidas. Mas a gente pode esperar (ou torcer?) por valores bem mais em conta que os cobrados por TEDs e DOCs, por exemplo.

Seguiremos com uma enquete para saber se a sua empresa se interessa pelo novo serviço prestado e quais chaves deseja que sejam cadastradas.

Smart decisions. Lasting value.

© 2019 Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda.
Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. is a member of Crowe Global, a Swiss verein. Each member firm of Crowe Global is a separate and independent legal entity. Crowe Macro Auditoria e Consultoria Ltda. and its affiliates are not responsible or liable for any acts or omissions of Crowe Global or any other member of Crowe Global.